mercoledì, agosto 25, 2010

RIEM NUMA LÍNGUA QUE NÃO COMPREENDO




I DON'T WANT TO BE A FRIEND TO EVERYONE
I HAVEN'T GOT THAT MUCH TIME.
I AM FASTING
I'M FASTING SECRETLY
TO MAKE MY FACE THIN
SO GOD CAN LOVE ME
AS HE DID BEFORE.

REMETI-ME DE PRONTO A CAEIRO, NO QUE COMENTA O VERSO DA FLOR AMARELA ÀS MARGENS DO RIO, ORDINÁRIA:  

«O que esse seu poeta inglês queria dizer é que para o tal homem essa flor amarela era uma experiência vulgar, ou coisa conhecida. Ora isso é que não está bem. Toda a coisa que vemos, devemos vê-la sempre pela primeira vez, porque realmente é a primeira vez que a vemos. E então cada flor amarela é uma nova flor amarela, ainda que seja o que se chama a mesma de ontem. A gente não é já o mesmo nem a flor a mesma. O próprio amarelo não pode ser já o mesmo. É pena a gente não ter exactamente os olhos para saber isso, porque então éramos todos felizes».

TECENDO O (BEM ÓBVIO) LIAME, PORTANTO:  TERMINA QUE DEUS NÃO NOS PODE AMAR NUNCA COMO O FAZIA ANTES.  PORQUE A GENTE NÃO TEM MAIS O MESMO AMARELO DO ONTEM, E, CONQUANTO ELE SAIBA - PORQUE MENTOR - DAS MINÚCIAS DO NOSSO CARÁTER, DAS MUDANÇAS E MOTIVAÇÕES, E APODRECIMENTOS E REGENERAÇÕES, ACREDITO SOLIDAMENTE QUE HÁ UM QUÊ HUMANO, NELE, QUE O FAZ ENXERGAR SEM TÉDIO SEU CANTEIRO-DE-OBRAS.



*MAS PREFIRO, EM VEZ DA PRIMROSE - CUJA TRADUÇÃO EXATA AINDA NÃO DESCOBRI - AMARELA, A PAPOULA VERMELHA.  JUSTIFICADAMENTE.

martedì, agosto 24, 2010

MY SECRET DRUG IS DEATH. AND I TAKE IT WHENEVER I SEE YOU AND YOU? YOU DO NOT SEE ME, GOD.



NÃO GOSTO DE GENTE, EU GOSTO DE BICHO.  E BICHO SOFRE NA MÃO DE GENTE, O QUE ME FAZ CUSPIR NA MINHA CONDIÇÃO HUMANA.  COMO DIZIA O COLLOR, REPUDIO E REPILO ISSO.  SOUBE DE ANIMAIS OBJETOS DE TRÁFICO, QUE NÃO PODERÃO SER REINSERIDOS NO MEIO DEVIDO, MUITOS PORQUE FERIDOS.

E NADA MAIS DIGO, DE SÓLIDO - FAÇO-O QUANDO TOMAR ATITUDE QUE NÃO SE LIMITE A CONTRIBUIÇÕES FINANCEIRAS -, MAS ME QUEDO DESGRAÇADA, COM UM ÓDIO QUE SOBREPUJA A NÁUSEA.


lunedì, agosto 23, 2010

GET YOUR HANDS OFF MY SKY!





You say you're like a tree or a bus stop
With your hands by your side
Lets say you're like a field of tulips
Cheap gold flowers in the sky

EM VERDADE, UM CAMPO CON MILLE PAPAVERI ROSSI.  E FAÇO VIGÍLIA, NAS IMEDIAÇÕES DA TRINCHEIRA.   

domenica, agosto 22, 2010

O MONGE CASADO




IT SEEMS LIKE THE FUCK UP FAIRY HAS PAID US ANOTHER VISIT, HM?


AND I HOPE YOU DON'T GET ME WRONG IF I TELL YOU THAT I LOVE THE FEELING, ALREADY.

DON'T STOP ON OUR ACCOUNT



they’ll run down forever as they soak into silence,
and end up together in a dark and distant
dark and distant place
so don't leave me here
with only mirrors watching me
this house it holds nothing but the memories
and the moon it leaves silver but never sleep
and then the sunlight turns to gray
oh, stay with me Arienette
until the wolves are away
are away.


COMO DISSE, SENHOR SOYK ME INEBRIOU DISTO, DE OBERST.  E ESTA É UMA DAS MÚSICAS QUE ME ANESTESIAM, DELE.  O TIMBRE SOFRIDO, SABIDA E INTENCIONALMENTE DESAFINADO, MAIS DO QUE OS VERSOS - PORQUE SEMPRE QUE SE MENCIONA SANGUE, SOA-ME EXAGERO, E FALSEADO.  

ANTES, O QUE ME RETICENCIAVA, O QUE ME SUSPENDIA - E ME DEIXAVA A UM TROPEÇO DO PRANTO  CAUDALOSO - ERA O 'PEDAÇO DE MIM', DO CHICO BUARQUE.  MAS A GENTE TERMINA ACHANDO TUDO MUITO ÓBVIO - EM VERDADE, VELHO -, DE FORMA QUE PERDE O JEITO ATÉ DE DEIXAR DE SOFRER.

martedì, agosto 17, 2010

SEAN PADRAIC MITCHELL



My mother drowned one every year for five consecutive years. They were all named Padraic, and that's why they only got one song. It's kind of like walking out a door and discovering that it's a window.

E SE ESCAPOU PELA GELOSIA.  MAS NÃO DOEU, PORQUE A PRESSA - OU O DESESPERO - OCUPAVA ESPAÇO MAIOR.  E EU SOU DO PARTIDO, OU, COMO DIGO, A CHAPA NÃO-SITUACIONISTA, DERROTADA, MAS FIDELÍSSIMA E PURISTA, DOS QUE ISENTAM DE TODO CRIME UMA MÃE.  MÃE QUE SOU.  TRÊS MÃES QUE SOU.

p.s: damn you, dustin, for i've fallen in love with conor.

AWAY FROM THE PRYING EYES


POR QUEM NOS DOBRAM OS SINOS.  
Minha dor é inútil
Como uma gaiola numa terra onde não há aves,
E minha dor é silenciosa e triste
Como a parte da praia onde o mar não chega.
Chego às janelas
Dos palácios arruinados
E cismo de dentro para fora
Para me consolar do presente.  


E PORQUE TODA DOR É, DE FATO, INÚTIL, COMPROMETI-ME, NO SÁBADO, A TALHAR MEU NOME EM DEZENAS DE CAMPANHAS QUE SE OCUPAM DO QUE ME FERE.  AQUI E NA RUA VISTA EM SONHO.

(SILENCIOSA BEM QUE DEIXA DE SER, MAS CERTO É QUE TAMBEM HÁ DE SE AVOLUMAR FATALMENTE.)



É O MEU NÓ DESFEITO. SEMPRE SERÁ. MEU IRMÃO DIZ QUE TODO MUNDO TEM UM *, E UM APENAS. O MEU É ELE.



MEU IRMÃO DECLAMAVA, QUANDO NOVO, ESTE POEMETO DO DRUMMOND, DE QUE ME RECORDEI HOJE - EM CIRCUNSTÂNCIA ABSOLUTAMENTE FRÍVOLA:

A noite caiu na minh’alma,
fiquei triste sem querer.
Uma sombra veio vindo,
veio vindo
, me abraçou.
Era a sombra de meu bem
que morreu há tanto tempo.

Me abraçou com tanto amor
me apertou com tanto fogo
me beijou, me consolou.

Depois riu devagarinho,
me disse adeus com a cabeça
e saiu. Fechou a porta.
Ouvi seus passos na escada.
Depois mais nada...
acabou.

E DE TUDO, O QUE MAIS ME ENCANTA, ACREDITO QUE MAIS AINDA DO QUE O SILÊNCIO REPENTINO, É O OPOSTO:  A SOMBRA QUE VEM VINDO, E VEM VINDO.  COMO O ESCURO QUE FICA CLARO, DO ROSA.  A ADAPTAÇÃO - NESTE CASO, NÃO À DOR.

E A MINHA VONTADE É DE IR INDO, IR INDO, ATÉ UM LUGAR JÁ VISTO EM SONHO - POIS QUE O ASSUNTO INDA É DRUMMOND - E AMÁ-LO, COM OS MEUS.  E ACRESCER, AOS MEUS, OUTROS TANTOS.  E ESCUTAR-LHES OS PASSOS NA ESCADA, POR INTERMINÁVEIS HORAS, E FOTOGRAFAR-NOS A TODOS ANINHADOS, ABRAÇADOS COM TANTO AMOR.  E, POR FIM, NÃO DEPOIS DE CINCO ANOS, O NOSSO RISO/ A NOSSA TOSSE VAGAROSINHO/A.

COMEÇOU.


giovedì, agosto 12, 2010

POR QUE DESISTIR. TODOS OS DIAS



Seeing everything you've ever seen was just a mirror,
Spend your whole life sweating in an endless fever,
Laying in a bathtub full of freezing water,
Wishing you were a ghost

A man in his thirties suddenly threw himself on a busy road in Kabul and yelled, "kill me and drive over me."
"They can't feed us; the easier way is to kill me and my children. Oh people, for God's sake, come and kill us," shouted the apparently exhausted man lamenting the government's failure to provide him with a livelihood.
A child in Bamyan
Bodyguards of a former commander, disembarking from a luxury Jeep, were the first to respond to his call by kicking and hitting him with the butts of their Kalashnikovs. The armed men then dragged and removed him off the road. In utter disappointment, the man, in shabby cloths, started weeping like a child.


ISSO, MAIS O ABATE (DESPORTIVO!) DE FOCAS ME TIROU TUDO, HOJE.   COMO SE DIZ POR AÍ, NINGUÉM CHUTA CACHORRO MORTO.  MESMO GUILHERME DE PÁDUA (QUE ME PARECEU RAZOAVLEMENTE EQUILIBRADO, MAS NAS ENTREVISTAS ESCRITAS, QUE AO VIVO ELE NÃO É EM NADA DIRETO) DECLAROU QUE, SE LHE CUSPIAM NO ROSTO, NAS RUAS, ERA PORQUE ELE NÃO ERA TRAFICANTE DE ALTO QUILATE.  SE ELE DE FATO IMPINGISSE ALGUÉM, OU DENOTASSE PERICULOSIDADE, NÃO O AGREDIRIAM.  

A MIM, MAIS SENTIDO NÃO HÁ COMO FAZER.  


martedì, agosto 10, 2010

LEFT THERE TO BURN IN THEIR ARROGANCE



Aquí te amo y en vano te oculta el horizonte.
Te estoy amando aún entre estas frías cosas.
A veces van mis besos en esos barcos graves,
que corren por el mar hacia donde no llegan.

E DE QUE ME LEMBREI?  DO BARCO QUE AOS POUCOS DESCREVE O ARCO, E EVITA ATRACAR NO CAIS.  O AMOR DA GENTE, ÀS VEZES, FAZ EXATAMENTE ASSIM.  ESQUIVA-SE, NA ESPERANÇA DE MORRER.  MAS, COMO DISSE, HÁ CREIO QUE QUATRO (?) DIAS, AMOR É COISA QUE NÃO SE SUFOCA.  TEM-SE DE DECLARÁ-LO, QUE É DIREITO DO DESTINATÁRIO SABER-SE IMPORTANTE.  
.

lunedì, agosto 09, 2010



Me gustas cuando callas porque estás como ausente.
Distante y dolorosa como si hubieras muerto.
Una palabra entonces, una sonrisa bastan.
Y estoy alegre, alegre de que no sea cierto.

UM DIA EU VOU INTERNALIZAR AQUILO TUDO COM QUE CONCORDO, E COMENTAMOS, DJ E EU, SOBRE A ELKE.  E ESSES VERSOS PERDERÃO INCLUSIVE A BELEZA.
.



it's been gone half my life it's been gone half my life it's been gone half my life it's been gone half my life it's just i it's just i it's just i it's just i it's just i it's just i it's just i it's just i it's just i it's just i i've been eating for you



.

So I'm making a deal with the devils of *, saying, "Let me walk away, please"



E ISSO ME FEZ LEMBRAR 'O GRANDE SENHOR DA PORTA', A QUEM O NHÉU OFERTA A TARTARUGA, NO AFÃ DE ATRAVESSAR AS FRONTEIRAS

FUTUROS DOS PRETÉRITOS LATINOS



I found a liquid cure from my landlocked blues
It would pass the way like a slow parade
It's leaving, but I don't know how soon

É COMO DIZ MINHA SABEDORIAZINHA VERNACULAR: NADA É ABRUPTO.  MESMO A MORTE DE UM FILHO.  SENTE-SE.  SENTIMO-LA.  SEMANA ANTES DE VIAGENS MAIS LONGAS, A DO MEIO SE AFASTA DE MIM, SEMPRE.  DEIXA DE ME SEGUIR ATÉ A COZINHA, FECHA-SE FORA DOS QUARTOS, E PERMANECE TÃO MUDA, TÃO MUDA, QUE JÁ ME ACONTECEU DE PENSAR QUE HAVIA FUGIDO.




If you walk away, I'll walk away
First tell me which road you will take
I don't want to risk our paths crossing someday
So you walk that way, I'll walk this way.

 E ISSO, ACIMA, ELA, NO QUE ME OLHA COM AQUELES FARÓIS UMIDÍSSIMOS, SUPLICA.  PARA ME ESFARELAR.

, ANZI,


You're like the clouds in my home town
You just grow fat and hang around
and youR days stretch out beneath the sun

EU SOU COMO AS PEDRAS QUENTES QUE CHEIRAM, DE MEURSAULT E JANINE.  OU O JOHN, A QUEM JANA CHAMA, EMBALDE.  E NADA ME REFORMA - QUIÇÁ ME EXTINGA.  PORQUE TENHO EXATOS 73 ANOS DE VIDA, E NÃO HÁ NADA QUE SE ME POSSA FAZER QUE EU JÁ NÃO HAJA PRATICADO.  CONTRA MIM MESMA.


venerdì, agosto 06, 2010

Search results: i : 2178, am : 2371, kloot : 44



THERE IS BLOOD ON YOUR LEGS, I LOVE YOU.



Kill me before you die, kill me before you die,
Cos I love you, cos I love you, don't let it go, it will come again.  
Kill me before you die, kill me before you die,
Cos I love you, cos I love you, don't let it go, it will come again.   
Kill me before you die, kill me before you die,
Cos I love you, cos I love you, don't let it go, it will come again.  
Kill me before you die, kill me before you die,
Cos I love you, cos I love you, don't let it go, it will come again.  
Kill me before you die, kill me before you die,
Cos I love you, cos I love you, don't let it go, it will come again.  

lunedì, agosto 02, 2010

FALTERING, NA GRANDE AVENIDA DA ESPERANÇA






Don't let me falter, don't let me ride 
Don't let the earth in me subside
Let me see just who I will become

You're like the clouds in my home town
You just grow fat and hang around
and youR days stretch out beneath the sun

and you don't live, you don't die, you don't love so you don't cry
and we wait, to see just what we will become

Don't let me borrow, don't let me bring
Don't let me wallow, don't make me sing
Let me see just who I will become

O EFEITO AURÉOLA.  MAIS UMA VEZ.  NO KLUTE?

LEMBREI-ME DESSE FENÔMENO COM QUE TIVE CONTATO ACHO QUE NOS DOIS MIL E SEIS.  OU SETES?  COM O SENHOR CHIAVENATO, QUE ME ENSINOU QUE ANÁLISES PERFUNCTÓRIAS DE  CARÁTER LEVAM AO QUE DJ TACHA DE COMPORTAMENTO-DE-MULHER-DE-ALCOOLISTA.