giovedì, maggio 31, 2007

FINAMENTE SEM MANGAS


Art. 155 - Compete aos Estados e ao Distrito Federal instituir impostos sobre:
I - transmissão causa mortis e doação, de quaisquer bens ou direitos;
+
IV - terá suas alíquotas máximas fixadas pelo Senado Federal.
II - operações relativas à circulação de mercadorias e sobre prestações de serviços de transporte interestadual e intermunicipal e de comunicação, ainda que as operações e as prestações se iniciem no exterior;
III - propriedade de veículos automotores;


VENDO MEU CARRO, DESISTO DE MORRER E NÃO FAÇO MAIS CIRCULAR, POR OPERAÇÃO ALGUMA - INCLUSIVE COMPRAS EM BAREZINHOS - EMPADAS DE CAMARÃO.

BASTA DE TUDO. A CARTEIRA ESTÁ ROTA, DE TANTO ABRE-E-FECHA.

martedì, maggio 29, 2007

post hoc ergo propter hoc

FUI ENVOLTA NUM CALHAMAÇO DE JORNAL, O ETILENO IMPREGNANDO, ADOCICADO, TUDO QUANTO HAVIA DE POROS. E SE POR UM LADO ENVELHECI COM AZEDUME, POR OUTRO, CRESCI, AGIGANTEI-ME - NO CETICISMO.
E NÃO DÓI. NÃO MAIS. MAS A NOSTALGIA AINDA É SOBERANA, CÁ POR DENTRO. MIL NOVECENTOS E NOVENTA E SETE. E OITO. NÃO PRECISO DE MAIS NADA, SÓ DA LEMBRANÇA. ...E DE MEIA DÚZIA DE MÚSICAS QUE ME DEIXEM A MINUTO E MEIO DE DESABAR EM LÁGRIMAS. JUSTIFICADA.

venerdì, maggio 25, 2007

VANDALISMO E ANARQUIA - OH, DESILUSÃO...


JÁ QUE PELA VIA DESAGRAVADA NÃO ANDA...
VANDALISMO PARA MIM É O CIDADÃO NÃO ARREMESSAR AO LIXO O FILETE DE PAPEL QUE SOBROU DA EMBALAGEM DE AÇÚCAR QUE ELE USOU, NO CAFEZINHO.

VANDALISMO PARA MIM, OU, MELHOR, VILIPÊNDIO, É O QUE NOS FAZEM, COM ESSA CARGA COLOSSAL DE TRIBUTOS - CUJA DESTINAÇÃO, NEM MESMO DEUS - E SEU BUREAU FEDERAL DE INTELIGÊNCIA CELESTE - CONHECE.

OPERAÇÃO NAVALHA PARA QUÊ? HABEAS CORPUS SERVE PARA FAZER CURATIVO NO QUE A NAVALHA RASGOU. E A GENTE, COMO POVO NÃO-JUDICANTE, DEVE SE VALER DO ÚNICO INSTRUMENTO - OBSOLETO E QUESTIONÁVEL, MAS BONITO COMO UMA FOTOGRAFIA DE FAMÍLIA, DA QUAL NÃO SE PODE APODERAR, PARA EXECUÇÃO, O OFICIAL DE JUSTIÇA - QUE DEUS (O DEUS OCIDENTAL, GLOBALIZADO) NOS PERMITE: O VOTO.

VOTO NO FERNANDO GABEIRA, SE UM DIA TRANSFERIR MEU TÍTULO PARA O RIO DE JANEIRO. MAS POR CAUSA DA SUNGA DE TRICÔ.

giovedì, maggio 24, 2007

PIQUETEANDO. PELA REDUÇÃO DA JORNADA DE TRABALHO/ESTUDO

ESTAMOS AMOTINADOS, E CULPAMOS O FRIO. PORQUE É DEMASIADO AGRADÁVEL, PARA SE COMPRIMIR EM TÃO ESCASSAS HORAS DE LAZER/DESCANSO. O RESTO DO DIA TINHA DE SER FEIO. QUENTE E FEIO. PORQUE O PASSAMOS FORA DE CASA, LONGE DOS NOSSOS - COM QUEM EU TERIA SESSENTA HORAS POR DIA, SESSENTA DIAS POR MÊS, SESSENTA MESES POR ANO, PUDESSE ADULTERAR OS RELÓGIOS, OS CALENDÁRIOS, O SENSO COMUM.
E SER FELIZ ERA UM CONCEITO TÃO DISTANTE, QUE, DE SÚBITO, NO QUE SE ABRIRAM AS PÁLPEBRAS, O BOMBARDEIO CROMÁTICO FOI DE UMA VIOLÊNCIA DE DIFÍCIL DIGESTÃO. E QUEDEI-ME AFÁSICA, ´MAS IMENSAMENTE MAIS LEVE. PENSANDO EM TUDO O QUE PODERIA TER SIDO - E FINALMENTE SERÁ.

mercoledì, maggio 23, 2007

A figura do limbo foi criada por São Gregório no século IV e depois aperfeiçoada por são Tomás de Aquino no século XIII com o fim de resolver o problema teológico das crianças que morriam sem ter sido batizadas e que, segundo a doutrina anteriormente vigente, eram enviadas ao Inferno. Alguns críticos atuais dão ao limbo nomes sarcásticos, como mezzanino do Inferno.
Em
2005, o papa Bento XVI convocou cerca de trinta teólogos para que fosse feita uma espécie de "reengenharia celestial" e revisar o conceito do limbo na teologia católica.


O MEZANINO DO INFERNO SÃO AS NOSSAS ELUCUBRAÇÕES ACERCA DO INFERNO. ASSIM COMO O MEZANINO DO CÉU É ACORDAR PERTO DE UM TUFO PRETO, NO MEIO DA MADRUGADA. E DEIXAR DE TER MEDO DO EXORCISMO DA EMÍLIA- ANNELISE ROSA, PORQUE ESTAMOS VIVOS E EXPECTANTES. TODOS OS DIAS.

martedì, maggio 22, 2007

Dear James Jie, I don't want you to be dishearted any more...
ISSO ESTAVA EM UM FÓRUM DE DISCUSSÕES. INTERESSEI-ME, A PRINCÍPIO, MAS O DESFECHO DO DIÁLOGO FRUSTROU MINHAS EXPECTATIVAS. ACHO QUE O JAMES JIE NÃO SABE O QUE É ESTAR/SER DISHEARTED. PORQUE ELE ACENOU COM SORRISINHOS ENTUSIASMADOS - CLARAMENTE OBLIVIOUS DO QUE SE LHE ERA DITO.

venerdì, maggio 18, 2007

Well, have you heard of the Halo Effect?

...the Halo Effect describes how a person can be thought to be good (or bad) at one thing simply because he is good (or bad) at another thing, even when these two things are not related at all. A GENTE ESPERNEIA, MAS SEMPRE APRENDE ALGO COM QUE BATIZAR NOSSOS MINSDEMEANOURS...

mercoledì, maggio 09, 2007

A RELEVÂNCIA DAS SEXTAS-FEIRAS...


SEXTA-FEIRA PASSADA... DEIXA-ME VER... FOI DIA DE COMÉRCIO CIVIL; E EU BEIJEI MEUS FILHOS; TROUXE, DA PRATELEIRA SUJINHA DA MEMÓRIA, OS FIGURANTES DO MEU CV (Stephanie says that she wants to know/Why she's given half her life/to people she hates now), MAS QUE NÃO NECESSARIAMENTE ODEIO; MORRI DE RIR DOS NEOLOGISMOS QUE JÁ USUCAPIRAM NOSSA ÚVULA, SEM A EXPRESSÃO DE DESGOSTO QUE EU APRENDI A OCULTAR, QUANDO ME SEVICIAM O VERBO 'VER', NO FUTURO DO SUBJUNTIVO... ENFIM, MUITO EU FIZ, MAS TERMINEI ME OLVIDANDO DO QUE QUERIA TANTO, DO NO PANTS DAY.

lunedì, maggio 07, 2007

PARÔNIMOS POLISSÊMICOS

oco; insípido; sem sabor; fraco; adoentado; sem préstimo.
animal peçonhento; erupção na pele produzida por animal peçonhento. verso -: o que não tem o número preciso de sílabas.
SEMPRE TIVE HORROR A VERSOS COXOS, QUANDO NÃO PERTENCENTES AOS MEUS GOOD DEMONS...

venerdì, maggio 04, 2007

'QUE ME IMPORTA O QUE A VERDADE EXALÇA...


SE SOMOS FELIZES (OS TRÊS) DESSA MANEIRA?'

PASSO A SEMANA PUBLICANDO FOTOGRAFIAS DO MEU SÁBADO (A PRECLUSÃO). E DO MEU DOMINGO (O SOLUÇO). DO MEU 'AGOSTO ESPERANDO SETEMBRO', QUE É, NA VERDADE, O CORPUS CHRISTI PREFACIANDO A SEXTA-FEIRA SANTA, TODOS SUCEDÂNEOS DE UMA TERÇA-FEIRA DE CARNAVAL, OCRE E DURA.

SÃO O MEU REPOUSO DIÁRIO, MINHA HIGIENE MENTAL, COM PALHA DE AÇO E ÁGUA SANITÁRIA, DESFAZENDO AS SINAPSES QUE ME TRAZIAM DOR, OU VEXAME. E ANIQUILANDO OS NEURÔNIOS QUE NÃO DESEJAVA MAIS VIVOS.

>>>E QUANDO SE QUEDAM TÃO DISTANTES UM DO OUTRO, ELE ADOENTADO E ELA ALERTA, SINTO-ME ISMÁLIA. :)